Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 22/06/6201 21/06/2017 14/06/2017 12/06/2017 07/06/2017
Galeria de Fotos  

Greve Geral na rodoviária do Rio

Bloqueios feitos nesta sexta-feira interrompe o trânsito na Avenida Rodrigues Alves, em frente à Rodóviária
Anterior 10 foto(s) Próxima
- Foto: Mayara Alves

Paralisações, atos e bloqueios marcam a Greve Geral no Rio de Janeiro

28/04/2017


Um dos inúmeros bloqueios feitos nesta sexta-feira interrompe o trânsito na Avenida Rodrigues Alves, em frente à Rodóviária

Foto: Mayara Alves

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por Olyntho Contente

No Rio de Janeiro, milhares de trabalhadores aderiram à Greve Geral contra os projetos de reforma previdenciária e trabalhista que o governo golpista de Michel Temer (PMDB-PSDB-DEM) quer aprovar no Congresso Nacional. O movimento tem como finalidade, ainda, barrar o processo de terceirização nos setores público e privado. Para a diretoria do Sindsprev/RJ, a Greve Geral é um recado de que os trabalhadores vão usar de todos os meios para impedir que se concretizem os ataques covardes que pretendem extinguir direitos conquistados ao longo de décadas.

Além da paralisação de inúmeras categorias – servidores da saúde federal e do INSS, das universidades, IBGE, portuários e estivadores (o Porto do Rio não funcionou), trabalhadores de escolas particulares e públicas, petroleiros, bancários de bancos públicos e privados, aeroviários e aeronautas (parcial), jornalistas e radialistas da Empresa Brasil de Comunicação (EBC),  entre outras –, houve bloqueios de vias importantes, como as avenidas Francisco Bicalho e Rodrigues Alves, próximas à Rodoviária Novo Rio, a Ponte Rio-Niterói, a avenida do Contorno, em Niterói, o túnel Marcelo Alencar, a antiga rodovia Rio-São Paulo, a Rio-Santos e a Linha Vermelha. Também o transporte via barcas não funcionou em função de um enorme piquete em Niterói. Mesmo tendo aprovado adesão à greve, os rodoviários trabalharam na cidade do Rio, bem como os metroviários. Em outros município houve paralisações parciais do transporte.

Manifestações

O Rio de Janeiro foi também palco de centenas de protestos, como o do Aeroporto Santos Dumont;  o que ocorreu em frente à Companhia Siderúrgica Nacional (Volta Redonda); o da Casa da Moeda; o do INSS da Pedro Lessa; da Refinaria Duque de Caxias; da sede dos Correios; Porto de Itaguaí; Furnas da Real Grandeza (Botafogo); o do Piranhão; da Praça Veríssimo de Melo, em Macaé; no Calçadão de Campos; na descida do Gasômetro e no Porto do Rio de Janeiro, que não parou totalmente, durante a greve geral.

Paralisação na saúde e INSS

A participação de servidores do INSS e da saúde na Greve Geral foi grande. Pararam os hospitais federais dos servidores (HFSE), do Andaraí e Cardoso Fontes e o de Traumatologia e Ortopedia (Into). Nesses dois houve passeatas. A do Into, unificada com representantes dos servidores das demais unidades federais do Rio de Janeiro, interrompeu o trânsito na Avenida Brasil por mais de uma hora, indo até o Porto do Rio, onde foi realizado ato público junto com estivadores, portuários estudantes que bloqueavam a Avenida Rodrigo Alves.

Já no INSS, centenas de agências em todo o estado deixaram de funcionar, incluindo as gerências Centro, na rua Pedro Lessa, e do Irajá. Entre as agências, pararam as da Presidente Vargas, México, Marechal Floriano, Nilo Peçanha, Almirante Barroso, Bairro de Fátima e Antônio Carlos; Copacabana, Praça da Bandeira e Jacarepaguá; as de Niterói, São Gonçalo, Caxias, Piabetá, Jardim Primavera, Magé, Jardim Primavera, Belford Roxo, a Administração de São João de Meriti, Campo Grande, Santa Cruz, Bangu e Barra da Tijuca; Teresópolis, Friburgo, Bom Jardim, Cordeiro; Cabo Frio, Araruama, Angra de Reis. 

Assim ficou a Avenida Rodrigues Alves, no dia da Greve Geral, como consequência de um bloqueio. O mesmo aconteceu em outras vias importantes da cidade (Foto: Mayara Alves)


Assista ao vídeo sobre ato em frente à Rodoviária Novo Rio e no Into, clicando aqui





Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec