Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 12/09/2017 06/09/2017 01/09/2017 30/08/2017 30/08/2017
Saúde Federal  

Servidores do Hospital de Ipanema fazem ato em defesa da unidade e de toda a saúde federal

26/09/2017

Por Olyntho Contente

Da Redação do Sindsprev/RJ

Servidores do Hospital da Ipanema preparam-se para o abraço simbólico à unidade

Um abraço ao Hospital de Ipanema, nesta terça-feira, pela manhã, foi a forma encontrada pelos servidores da unidade para simbolizar a luta em defesa do hospital e de toda a rede federal. A dirigente do Núcleo Sindical, Joana D’Arc Machado, frisou a importância do protesto para o fortalecimento da luta dos federais da saúde contra a política do governo Temer de sucateamento para posterior privatização dos nove hospitais federais localizados no Rio de Janeiro – Ipanema, Lagoa, Instituto de Traumatalogia e Ortopedia, Instituto Nacional do Câncer, Instituto Nacional de Cardiologia, Cardoso Fontes, Andaraí, Servidores e Bonsucesso.

“O ato de hoje, assim como outros que estão sendo realizados nas demais unidades federais são um recado ao governo de que os servidores não concordam com este desmonte. Não vamos permitir que este projeto que visa beneficiar os planos de saúde e demais instituições particulares, seja imposto, causando prejuízos à população e aos servidores”, afirmou. Joana denunciou o fechamento de setores inteiros no Ipanema, como já ocorreu com a Nutrição, Pediatria, Psicologia e Cirurgia Vascular. Ao mesmo tempo, são crescentes os graves problemas de atendimento causados pela redução do número de funcionários, consequência da recusa do governo em realizar concursos. “A situação vem piorando dramaticamente e quem sofre mais com isto é a população além de nós servidores, afirmou Joana.

Para Dalvanir Ilário, também funcionária do Ipanema, o esvaziamento dos hospitais federais vem sendo imposto de modo a facilitar a entrega da rede a grupos privados. Mas acrescentou que a tendência por parte do funcionalismo vem sendo o fortalecimento da luta de resistência a este projeto entreguista. Dalvanir defendeu o empenho em dialogar com a população no sentido de trazê-la para esta luta.






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec