Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Saúde Federal  

Sepultamento de Roque Pereira será nesta quinta, às 11 horas, no Caju

19/04/2018


Roque, durante seminário da Amorvit, ainda no tempo em que o HFB tinha o nome de Hospital Geral de Bonsucesso

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por Olyntho Contente

O corpo do presidente da Associação de Renais Transplantados e Crônicos do Rio de Janeiro (Amorvit), Roque Pereira da Silva, será sepultado nesta quinta-feira (19/4), às 11 horas no Cemitério São Francisco Xavier, no Caju. Ele está sendo velado, desde as 8 horas de hoje, no Hospital Federal de Bonsucesso, onde recebeu um rim há 17 anos, e unidade principal de sua atividade em defesa dos pacientes transplantados e da saúde pública, gratuita e de qualidade.

Roque morreu aos 57 anos, nesta quarta-feira (18/4), no próprio HFB, em função de complicações de saúde a partir de um acidente vascular cerebral. Presidente da Amorvit era incansável na defesa dos pacientes, sobretudo do HFB, onde fez um transplante de rim e era acompanhado cotodianemente.

Foi também conselheiro estadual de saúde. “Sempre presente às manifestações da saúde federal, era uma pessoa fora de série, extremamente generoso, lutando pelos pacientes, inclusive, correndo atrás de medicamentos em falta quando algum paciente precisava. Foi incansável na campanha pela manutenção do setor de transplantes de rim, nos anos de 2012 e 2013, que funciona até hoje. Uma grande vitória”, lembra o diretor do Sindsprev/RJ e amigo de Roque, Osvaldo Mendes.

O dirigente frisa, ainda, que a coleta de subscrições ao abaixo-assinado em defesa do HFB, do setor de transplantes e da Emergência, era feita pelo Sindsprev/RJ em conjunto com a Associação de Transplantados. Roque tinha sempre uma palavra de estímulo aos companheiros e um sorriso largo e sincero. No entanto, em seus discursos mostrava a outra face do lutador, indignado com as injustiças, denunciando os ataques dos seguidos governos ao direito da população à saúde de forma contundente e embasada tecnicamente.






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec