Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Saúde Federal  

Ato em defesa do SUS, nesta quarta (25/4), na Central do Brasil

24/04/2018

 

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por Olyntho Contente

Servidores da saúde participam, nesta quarta-feira (25/4), de um ato em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS). Será às 16 horas, em frente ao Portão 2 da Central do Brasil. Com o lema “A saúde é um direto e não um negócio”, a manifestação vai denunciar o projeto do governo Temer, junto com os empresários do setor, de privatizar o SUS, que é gratuito e público. O protesto é organizado pelo Fórum Estadual em Defesa do SUS e Contra a Privatização.

O diretor do Sindsprev/RJ, Sidney Castro, lembrou que o sistema atende à população e que serve de exemplo para outros países. Acrescentou que só não funciona como deveria porque os recursos destinados a ele são desviados para outras finalidades. Como acontece com a Previdência Social, os recursos do Sistema Único de Saúde vêm da Seguridade Social. “Este subfinanciamento que vem acontecendo há décadas é proposital e tem como objetivo justificar a privatização, um projeto para beneficiar os planos de saúde e hospitais privados que se apropriariam do SUS, acabando com a gratuidade e o atendimento universal”, afirmou o dirigente.

Planos de saúde organizam privatização

Em matéria publicada no último dia 16, a revista Rede Brasil Atual (RBA) denuncia a intenção da Federação Brasileira de Planos de Saúde (Febraplan), de acabar com o Sistema Único de Saúde (SUS). A proposta foi discutida durante o 1º Fórum Brasil – Agenda Saúde, na semana anterior.

“Segundo o projeto, em 2038 apenas 50% da população terá acesso ao SUS, e o sistema seria privatizado. Ainda de acordo com a federação, a outra parcela de usuários seria obrigada a contratar um plano privado ou pagar exames e consultas particulares caso precise de atendimento médico”, diz o texto.

Durante manifestação contra os ataques do governo Temer para inviabilizar o SUS, no último dia 16, em frente à Emergência do Hospital Federal de Bonsucesso, a deputada Enfermeira Rejane (PCdoB-RJ) falou do conluio do governo federal com os empresários do setor com o objetivo de dar fim ao SUS. “Temer faz o jogo dos planos de saúde e hospitais privados que querem o fim do SUS. E é uma política nacional deste setor que fez recentemente um encontro que discutiu como acabar com o Sistema Único de Saúde”, denunciou.






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec