Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Funasa  

Servidores da Vigilância em Saúde participam de simpósio em Mesquita

29/06/2017

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por Olyntho Contente

Farmacêuticos e servidores da Vigilância Sanitária de Mesquita, na Baixada Fluminense, participaram do 1º Simpósio de Legislação Sanitária Aplicada à Prática Farmacêutica, no Centro Cultural Mister Watkins, nesta quinta-feira (29/6). O objetivo do evento, segundo a fiscal Débora Batista, uma das organizadoras, foi dar aos trabalhadores em farmácias públicas e particulares informações básicas sobre as normas que devem seguir, para que, somente depois, possam ser cobrados pela fiscalização.

“Com isto, esperamos fazer com que estes estabelecimentos passem a prestar um serviço de melhor qualidade à população”, explicou a também fiscal e organizadora do simpósio, Mônica Xavier. As palestras serviram também para ampliar a qualificação dos 24 servidores da Vigilância Sanitária, que trabalham no município. O gerente do setor, Dilson Fernandes, explicou que eles pertencem à Vigilância em Saúde (ex-Funasa) que tem cedidos à Prefeitura de Mesquita, ao todo, 296 servidores, trabalhando também em outras áreas, como Vigilância Ambiental, Epidemiológica e Saúde do Trabalhador.

Greve Geral

O diretor do Sindsprev/RJ, Irineu Sant’Ana, participou do simpósio, conversando com os servidores sobre condições de trabalho, questões relativas a ações judiciais e convocando para a greve geral desta sexta-feira (30/6).  Lembrou que o Sindicato vem realizando assembleias em diversos municípios sobre estes e outros assuntos e que a de Mesquita deve acontecer na próxima semana.



Simpósio Mesquita

Objetivo do evento foi dar aos trabalhadores em farmácias públicas e particulares informações básicas sobre as normas que devem seguir, para que, somente depois, possam ser cobrados pela fiscalização. E qualificar os servidores da Vigilância Sanitária.
- Foto: Fernando de França



     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec