Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Saúde Estadual  

Saúde estadual faz assembleia nesta quarta

08/11/2016

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por Olyntho Contente e Hélcio Duarte Filho

Para avaliar a greve dos hospitais e decidir que outros setores vão se agregar a ela para combater o chamado “pacote de maldades de Pezão”, os servidores da rede estadual de saúde fazem assembleia, nesta quarta-feira (9/11). Será a partir das 10 horas, na entrada do prédio 128 da rua México, no Centro do Rio – que abriga a Secretaria de Saúde. A participação de todos os servidores da saúde estadual é considerada fundamental pelos dirigentes do sindicato.

O funcionalismo estadual está em luta contra o pacote que pune severamente os servidores e a população. Na última segunda-feira,  primeiro dia útil após o anúncio pelo governo do estado do pacote de decretos e projetos de leis que na prática reduzem as remunerações do funcionalismo público estadual em até 30%, os servidores ocuparam as escadarias da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj ). Pezão tenta aprovar as medidas com rapidez e alega que não haverá como pagar salários e aposentadorias sem que sejam aprovadas.

Além da redução salarial, o pacote de Pezão reduz recursos públicos de todas as áreas, sobretudo saúde e educação, em prejuízo da população. E ainda acaba com diversos programas voltados para a população pobre.

Novos atos hoje, quarta e sexta-feira

Novos atos do funcionalismo estadual estão sendo convocados por entidades sindicais. Nesta terça-feira (8), a concentração é a partir das 10 horas, na Alerj. Na quarta, mais uma atividade nas escadarias da Alerj – outra vez convocada pelo Muspe. Na sexta-feira (11), haverá paralisações e atos públicos unificados de diversos setores em todo o país, contra a PEC 55 (antiga PEC 241), a chamada ‘PEC do fim do mundo’. No Rio de Janeiro, a concentração será na Candelária, a partir das 17 horas, de onde a manifestação seguirá em passeata até a Alerj.

A PEC segue a mesma linha do pacote de maldades de Pezão. Além de arrochar os salários, congela as verbas dos setores sociais, como saúde e educação, por 20 anos, significando um sucateamento ainda maior dos serviços públicos prestados à população, e corte de programas sociais. É mais uma crueldade de Temer.






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec