Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Saúde Estadual  

Servidores protestam pelo terceiro dia seguido na Alerj contra pacote de Pezão

09/11/2016

Da Redação do Sindsprev-RJ
Por Hélcio Duarte Filho

Servidores estaduais protestaram pelo terceiro dia seguido em frente à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) contra o pacote de projetos enviado ao legislativo pelo governador Luiz Fernando Pezão (PMDB).

Milhares de pessoas se reuniram em frente ao Palácio Tiradentes. Ao contrário da véspera, porém, foram duramente reprimidos pela Polícia Militar. Bombas, gás de pimentas e gás lacrimogêneo foram lançados em grande quantidade sobre os manifestantes.

Os trabalhadores exigiam, sem sucesso, serem recebidos pelo presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB). O parlamentar, além de não recebê-los, teria orientado a PM a reprimi-los.
Um servidor público acabou sendo detido pela polícia. "O servidor do Degase, Diogo, ia entrar legitimamente na Casa, não deixaram, ele foi capturado pelo Batalhão de Choque e ainda não foi devolvido. Ele não cometeu crime nenhum, não tentou invadir nenhum domicílio privado, tentou entrar na casa do povo", disse Virginia Barreira, serventuária em greve.

A servidora Cristiane Dutra, do Núcleo Sindical do Azevedo Lima, em Niterói, criticou a repressão e o tratamento diferenciado da polícia com relação à véspera, quando a multidão que ocupou a Alerj era composta majoritariamente por policiais e bombeiros. “O recado para o governador é que nós vamos continuar a luta”, disse.

Os servidores estaduais participam, nesta sexta-feira (11), de nova manifestação, desta vez unificada com servidores federais e trabalhadores de outros setores. A concentração para a passeata será às 17 horas, na Candelária. O protesto é contra a PEC 55 (ex-PEC 241), que congela o orçamento público por 20 anos, e o pacote de projetos do governador Pezão.






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec