Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 22/06/6201 21/06/2017 14/06/2017 12/06/2017 07/06/2017
Saúde Estadual  

Servidores da Saúde estadual se concentram em frente ao Azevedo Lima para ato da greve

10/04/2017

Da Redação do Sindsprev-RJ
Por Hélcio Duarte Filho (texto) e Fernando França (fotos)

Servidores da rede estadual de Saúde já se concentravam em frente ao Hospital Azevedo Lima, em Niterói, às 10 horas da manhã desta segunda-feira (10), para uma manifestação da greve da categoria contra o atraso no pagamento dos salários, o descumprimento da lei referente ao plano de cargos e os projetos que atacam direitos do setor e do funcionalismo. “Sem pagamento, não tem trabalho”, diz uma faixa preta com letras vermelhas e brancas do Sindsprev-RJ.

O protesto também é contra as reformas da Previdência, do Trabalho e a lei que libera a terceirização de todos os postos de trabalho. É ainda parte da preparação da greve geral, convocada pelas centrais sindicais, organizações sociais, frente políticas e sindicatos. A greve dos servidores da Sáude estadual ganhou o reforço, na quinta-feira (6), dos profissionais do Hospital Carlos Chagas, que aderiram ao movimento.

A manifestação ocorre no mesmo dia em que, na Câmara dos Deputados, o governo voltará a tentar aprovar o PLP 343/2017, referente às dívidas com a União dos estados em dificuldade financeira. A proposta – uma espécie de PLP 257 piorado – prevê o congelamento de salários, aumento da alíquota previdenciária, programa de demissão voluntária e incentivo à substituição de servidores por organizações sociais privadas.

(Em breve, mais informações sobre o ato no Azevedo Lima)

 

 






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec