Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 15/05/2017 11/05/2017 08/05/2017 05/05/2017 28/04/2017
Saúde Estadual  

Assembleia da saúde estadual adiada para 6 de junho

12/05/2017

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por Olyntho Contente

Os rumos da greve e da luta dos profissionais da saúde do estado do Rio de Janeiro. Este são os principais temas a serem discutidos na grande assembleia dos servidores do setor, convocada pelo Sindsprev/RJ para o dia 6 de junho, às 14 horas, no auditório do térreo (Rua Joaquim Silva, 98, Lapa). Inicialmente marcada para 24 de maio, acabou sendo adiada em função da realização, na mesma data, do Ocupa Brasília, mobilização nacional contra as reformas da previdência, trabalhista e a terceirização.

“Vamos ter que radicalizar, porque para o governo Pezão, a saúde está em último plano. Para ele não interessa se os pacientes estão ameaçados de morrer nos hospitais porque falta todo tipo de material, nem se nós servidores estamos com salários atrasados há meses, passando fome, comendo farinha com sal”, argumentou a diretora do Sindsprev/RJ, Rosimeri Paiva (Rose). Lembrou que há hospitais em que os servidores em greve são ameaçados e sofrem retaliação por parte da direção. “Isto, apesar da Justiça ter julgado a paralisação legal por ser por atraso de salário. Estamos sendo assediados e temos que dar uma resposta imediata e unitária”, defendeu.






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec