Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Geral  

Protesto nesta quinta (12) criticará Ministério Público por omissão na crise do Rio

11/01/2017

Ato em dezembro, mês em que os servidores impediram aaprovação do pacote de projetos de Pezão - Fernando França 

Da Redação do Sindsprev-RJ
Por Hélcio Duarte Filho

O Ministério Público Estadual vem se omitindo e não cumpre o seu papel diante das irregularidades e ilegalidades cometidas pelo governador Luiz Fernando Pezão. É o que afirmam as entidades sindicais que estão convocando, para esta quinta-feira (12), manifestação em frente ao MP, a partir das 11 horas, na av. Marechal Câmara 370, no Centro do Rio. Será o segundo ato conjunto em 2017 do funcionalismo estadual, cujos salários estão atrasados.

O protesto, convocado pelo Muspe (Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais), ocorrerá no dia seguinte à revelação de que a presidente do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lucia, participará de reunião com representantes dos governos estadual e federal para um possível aval do Judiciário a pacote de medidas que retiram direitos dos servidores e afetam os serviços prestados à população. Não houve desmentido da informação – divulgada pelo jornal "O Globo" sem citação de fontes – por parte dos governos e do STF.

Entre as propostas, estaria a redução dos salários e da jornada de trabalho dos servidores públicos estaduais, o aumento da alíquota de contribuição previdenciária de 11% para 14%, a suspensão de reajustes salariais e a privatização de estatais. Essas medidas seriam condições para renegociação da dívida do estado com a União e a suspensão do pagamento por três anos. O possível acordo formataria um parâmetro para outros estados, como Rio Grande do Sul e Minas Gerais.

A manifestação dessa quinta-feira (12), no Ministério Público, também deverá contestar os salários atrasados e a tentativa de privatizar empresas como a Cedae – responsável pelos serviços de água e esgoto no estado.






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec