Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Geral  

Lista de deputados que votaram pela privatização da água já circula nas redes sociais

20/02/2017

Da Redação do Sindsprev-RJ
Por Hélcio Duarte Filho

A lista com os nomes dos 41 deputados que votaram a favor do texto-base da privatização da Cedae, no início da tarde desta segunda-feira (20), já circula nas redes sociais em tom de denúncia. A medida aprovada pelos parlamentares pode beneficiar grandes empresários e fazer os preços das tarifas da água e esgoto dispararem, caso se concretize.

A Assembleia Legislativa do Rio votou uma autorização para que o governo estadual dê a empresa estatal como garantia para um empréstimo – não é a privatização em si ainda, embora vá nesse sentido. O PMDB é o partido que mais votos deu ao governo, do correligionário Luiz Fernando Pezão, que recorre de uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral que cassou o seu mandato sob a acusação de uso do poder econômico para se eleger. Foram 14 deputados peemedebistas que votaram com o governo, seguidos do DEM, com quatro votos. Um deputado do PT, André Ceciliano, votou a favor da privatização (veja  alista completa ao final desse texto).

O governo alega que a venda a Cedae pode gerar recursos para aliviar o déficit orçamentário e pagar os servidores em dia. O empréstimo prometido pelo governo federal, de R$ 3,5 bilhões, no entanto, paga apenas um mês de folha do funcionalismo estadual.

Sem debate, em votação sumária, a Assembleia Legislativa do Rio de janeiro aprovou, no início da tarde, a privatização da Cedae por 41 votos a favor e frente a 28 contra. O presidente da Alerj, Jorge Picciani, não permitiu o debate prévio em plenário, não aceitou emendas e levou a matéria para votação relâmpago no plenário. Agora, nas sessões dos próximos dias, devem ser votadas as emendas ao texto.

Do lado de fora da Alerj, manifestantes protestavam contra a privatização da Cedae e o pacote de ‘ajuste fiscal’ que os governos estadual e federal tentam aprovar. O ato prosseguiu, após a votação, em passeata até a Cidade Nova, onde fica a sede da Cedae.

Veja como votou cada um dos deputados:


Deputados que votaram com Pezão, a favor da privatização

Ana Paula Rechuan (PMDB)
André Ceciliano (PT)
André Corrêa (DEM)
Aramis Brito (PHS)
Átila Nunes (PMDB)
Benedito Alves (PRB)
Carlos Macedo (PRB)
Chiquinho da Mangueira (PTN)
Conte Bittencourt (PPS)
Coronel Jairo (PMDB)
Daniele Guerreiro (PMDB)
Dica (PTN)
Dionísio Lins (PP)
Doutor Gotardo (PSL)
Edson Albertasse (PMDB)
Fábio Silva (PMDB)
Fatinha (Solidariedade)
Marco Figueiredo (PROS)
Filipe Soares (DEM)
Geraldo Pudim (PMDB)
Gil Vianna (PSB)
Gustavo Tutuca (PMDB)
Iranildo Campos (PSD)
Jânio Mendes (PDT)
João Peixoto (PSDC)
Jorge Picciani (PMDB)
Marcelo Simão (PMDB)
Marcia Jeovani (DEM)
Marcos Abraão (PT do B)
Marcos Muller (PHS)
Marcus Vinicius (PTB)
Milton Rangel (DEM)
Nivaldo Mulin (PR)
Paulo Melo (PMDB)
Pedro Augusto (PMDB)
Rafael Picciani (PMDB)
Renato Cozzolino (PR)
Rosenverg Reis (PMDB)
Tia Ju (PRB)
Zé Luiz Anchite (PP)
Zito (PP)


Deputados que votaram contra a privatização

Bebeto (PDT)
Bruno Dauaire (PR)
Carlos Lins (sem partido)
Carlos Osório (PSDB)
Cidinha Campos (PDT)
Doutor Julianelli (Rede)
Eliomar Coelho (PSOL)
Enfermeira Rejane (PC do B)
Flávio Bolsonaro (PSC)
Flávio Serefini (PSOL)
Geraldo Moreira da Silva (PTN)
Gilberto Palmares (PT)
Jorge Felippe Neto (DEM)
Lucinha (PSDB)
Luiz Martins (PDT)
Luiz Paulo (PSDB)
Marcelo Freixo (PSOL)
Márcio Pacheco (PSC)
Martha Rocha (PDT)
Paulo Ramos (PSOL)
Samuel Malafaia (DEM)
Silas Bento (PSDB)
Tio Carlos (SDD)
Wagner Montes (PRB)
Waldeck Carneiro (PT)
Wanderson Nogueira (PSOL)
Zaqueu Teixeira (PDT)
Zeidan (PT)

Como foi  a votação por partido, em levantamento feito pelo portal G1:

  • Onze partidos votaram 100% a favor da privatização: PHS, PMDB, PP, PPS, PROS, PSB, PSD, PSDC, PSL, PT do B e PTB.
  • Outros cinco foram totalmente contra: PC do B, PSC, PSDB, PSOL, Rede.
  • Sete partidos não tiveram consenso:
    PT: 3 deputados a favor e 1 contra
    DEM: 4 a favor, 2 contra e 1 ausente
    PDT: 1 a favor e 5 contra
    PR: 2 a favor e 1 contra
    PRB: 3 a favor e 1 contra
    PTN: 2 a favor e 1 contra
    Solidariedade: 1 a favor e 1 contra
  • Sete partidos se dividiram e teve até 1 voto do PT a favor da privatização.


Passeata após a votação na Alerj, na segunda-feira (20) - Fernando França






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec