Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Geral  

Debate faz chamado à categoria para ‘abraçar’ luta contra a ‘reforma’ da Previdência e ir ao ato do dia 15

12/03/2017

Debate sobre a 'reforma' da Previdência, na sede do Sindsprev-RJ - foto: Niko

Da Redação do Sindsprev-RJ
Por Hélcio Duarte Filho

Em um debate no qual foi possível dimensionar o tamanho das perdas que os trabalhadores vão sofrer caso as ‘reformas’ da Previdência e do Trabalho sejam aprovadas e implementadas, e elas são grandes, o que mais se destacou foi a defesa da unidade de todos os setores para enfrentar tais projetos e o chamado a todos os servidores para que ‘abrace’ essa luta.

E o primeiro e imediato chamado a essa participação foi lançado durante o próprio evento, realizado na noite de sexta-feira (10), na sede do Sindsprev-RJ, na Lapa: a participação no dia nacional de manifestações e protestos – haverá também paralisações de uma série de categorias – marcado para a quarta-feira, 15 de março. Haverá ato unificado reunindo dezenas de sindicais, centrais sindicais, movimentos estudantis e sociais. A concentração geral está marcada para o final da tarde, na Candelária, no Centro do Rio.

O Sindsprev-RJ, entretanto, está convocando os servidores do seguro social e da seguridade para se reunir antes, a partir das 15 horas, em frente à Gerência Centro do INSS, na rua Pedro Lessa 36. A ideia é partir em caminhada até o ato conjunto na Candelária.

O debate “reforma da Previdência, para quem interessa?”, promovido pelo Sindsprev-RJ – sob a  organização das Secretarias de Organização; de Formação Política; e de Políticas Sociais – reuniu como palestrantes Paulo Lindesay, da Auditoria Cidadã da Dívida Pública, Luis Fernando Carvalho, da CSP-Conlutas (Central Sindical e Popular), e Alexandre Barreto Lisboa, da Anasps. Todos defenderam a unidade, a mobilização e apontaram as propostas do governo como inaceitáveis. Na prática, disseram, é o fim do direito à aposentadoria.

Na mesma noite, após o debate, o Grupo de Trabalho do INSS no Sindsprev-RJ se reuniu e definiu um operativo de convocação dos servidores do setor para o ato. Haverá panfletagem nas agências da Previdência Social. O sindicato produzirá um boletim explicativo sobre a ‘reforma’ da Previdência. Outros segmentos da categoria, como a saúde e o Trabalho, também estão sendo convocados a participar do protesto desta quarta-feira (15).

(acompanhe, ao longo da semana, mais notícias da cobertura do debate 'Reforma da Previdência - para quem interessa')






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec