Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 03/08/2017 03/08/2017 25/07/2017 20/07/2017 17/07/2017
Geral  

Geap: Encontro Nacional da Seguridade reafirma luta contra reajuste do custeio e por rede própria

12/05/2017

Geap: em seus cartazes, a seguradora vende a imagem de uma 'ilha da fantasia', na qual os segurados, sobretudo idosos, estariam 'bem cuidados'. Mas a realidade é outra: a cada dia, mais e mais segurados abandonam a Geap por não mais aguentarem o custeio
Foto: Niko

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por André Pelliccione

As lutas pelo aumento do valor da per capita dos planos da Geap Saúde; pela garantia de permanência do titular quando estiver inadimplente; pela constituição de uma rede própria de atendimento integral para terceira e quarta idades; e contra os abusivos aumentos no custeio do plano foram os principais indicativos aprovados sobre a Geap durante o Encontro Nacional dos Trabalhadores da Seguridade Social, promovido pela Fenasps (Federação Nacional) no último dia 6/5, em Brasília, com participação do Sindsprev/RJ.
 
Sobre o abusivo aumento de 23,44% na Geap, em vigor desde março deste ano, foi informado que a ação movida pela Fenasps (processo nº 00103073720174013400) ainda não obteve concessão de liminar, mas que a Federação e sindicatos filiados continuarão envidando todos os esforços no sentido de barrar o reajuste, que tem levado à exclusão de milhares de segurados e seus dependentes, em todo o país.

“A luta contra o aumento da Geap, pela rede própria de atendimento, pelo cuidado ao idoso e pelas demais reivindicações tem que ser de todos nós. A situação é gravíssima e precisamos nos mobilizar”. afirmou a servidora Fátima da Silva Wanderley, do Fórum de Qualidade de Vida e Saúde/GT/Aposentados, que esteve no Econtro dos Trabalhadores da Seguridade.

Ainda sobre o reajuste, o Encontro da Fenasps questionou a própria forma de aplicação do índice, que joga o percentual de 23,44% sobre a soma da contribuição com a per capita patronal, penalizando ainda mais os segurados.

Um dos pontos duramente criticados por servidores durante o Encontro foi o patrocínio que a Geap vem fazendo a um time de voleibol da Paraíba. “Estão gastando em propaganda enquanto milhares de segurados estão sendo obrigados a abandonar a Geap porque já não aguentam pagar os absurdos reajustes”, concluiu Crispim Wanderley, do Fórum de Qualidade de Vida e Saúde/GT/Aposentados.

O Encontro aprovou que a Fenasps denuncie o patrocínio da Geap ao Ministério Público (MP), pedindo a devolução dos valores gastos com o referido patrocínio.






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec