Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Geral  

Nesta quarta (31/5), servidores protestam contra reajuste abusivo no custeio da Geap

25/05/2017


Ao lado, reprodução de cartaz de divulgação do ato na Geap
Arte: Virginia Aor

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por André Pelliccione

Nesta quarta-feira (31/5), segurados da Geap realizam ato público para protestar contra o abusivo reajuste de custeio (23,44%) aplicado este ano pela seguradora. A manifestação será realizada em frente à sede da Geap, na Av. Presidente Vargas, nº 2555 – Edifício Presidente. Compareça.

Convocada pelo Fórum de Qualidade de Vida e Saúde/GT/Aposentados, a manifestação também é pelo atendimento de propostas alternativas de gestão para a Geap, como a construção de uma rede própria de atendimento, a aplicação de princípios de autogestão, a reforma dos estatutos da seguradora e a realização de auditoria externa e independente em suas contas.
 
‘Geap está longe da autogestão’, diz servidor

“A Geap, infelizmente, ainda está muito longe de funcionar como um plano verdadeiramente autogestionário, pois funciona na lógica dos planos privados de saúde, ou seja, planos que só buscam o lucro, e nada mais. Essa situação não pode mais continuar e por isso é tão importante a presença de todos no ato da próxima quarta-feira”, explicou o servidor Crispim Wanderley, ex-dirigente do Sindsprev/RJ e membro do Fórum de Qualidade de Vida e Saúde/GT/Aposentados, que se reúne todas as quartas-feiras, às 10h, no auditório do sindicato.

Aumento da Geap é quase quatro vezes superior à inflação

Sobre o abusivo aumento de 23,44% no custeio da Geap, aplicado a partir de fevereiro deste ano, existe uma ação movida pela Fenasps (processo nº 00103073720174013400) questionando o índice. Na ação, o Jurídico da Fenasps pede a concessão de liminar para suspender imediatamente o aumento. “O reajuste do custeio da Geap é tão absurdo e abusivo que chega a ser ainda maior que o índice anual de reajuste aplicado este mês pelos planos privados de saúde, que foi de 13,55%, quase três vezes superior ao INPC de abril, cerca de 4,08%. O aumento da Geap, de 23,44%, é quase seis vezes superior à inflação acumulada em 12 meses. Não é à toa que, a cada dia, milhares de segurados abandonam a Geap”, afirmou Crispim.

Parte das propostas defendidas pelo Fórum de Qualidade de Vida e Saúde/GT/Aposentados foram debatidas durante o Encontro Nacional dos Trabalhadores da Seguridade Social, promovido pela Fenasps (Federação Nacional) dia 6/5, em Brasília, com participação do Sindsprev/RJ. 






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec