Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Geral  

ACEs da Funasa e de Campos:assembleia emergencial nesta terça (27/8)

22/08/2019

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por André Pelliccione

O Sindsprev/RJ está convocando todos os agentes de combate a endemias (ACEs) do município de Campos dos Goytacazes, incluindo aqueles vinculados à Vigilância em Saúde (ex-Funasa), para assembleia emergencial nesta terça-feira (27 de agosto), a partir das 10h, no Centro de Controle de Zoonoses. Na assembleia os trabalhadores vão definir uma resposta à tentativa da Secretaria Municipal de Saúde de Campos de impor o controle biométrico de ponto, forma absolutamente inadequada às rotinas de serviço dos ACEs.

A tentativa de impor o ponto biométrico não tem respaldo nem mesmo do Ministério da Saúde, que já afirmou não ter cabimento a utilização desse tipo de controle de frequência entre os agentes de combate a endemias. Pelo mesmo motivo, o Sindsprev/RJ posicionou-se contra a adoção do ponto biométrico no trabalho de campo.

Em vez de tentar nos impor o ponto biométrico, a prefeitura deveria solucionar as péssimas condições de trabalho dos ACEs. Os ‘PAs’ utilizados pelos agentes, por exemplo, são instalações onde não há lugar sequer para guardarem seus materiais de trabalho. Além disso, faltam Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e uniformes.

“Com todos os governos anteriores da cidade de Campos houve diálogo e a compreensão de que o ponto biométrico é inadequado ao trabalho de campo. Com o governo atual não pode ser diferente. O que queremos é a manutenção do horário corrido. Não vamos aceitar a imposição absurda da prefeitura”, afirmou Pedro Lima, da direção do Sindsprev/RJ. 


 






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec