Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Saúde Municipal  

Plenária nesta terça (16/8) organiza lutas dos municípios contra atrasos de salários

10/08/2016

Ao lado, cartaz de divulgação da plenária da saúde dos municípios
Arte: Virginia Aor

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por André Pelliccione

O Sindsprev/RJ convoca os servidores de saúde dos municípios do Estado do Rio para plenária emergencial nesta terça-feira (16 de agosto), às 13h, no auditório do sindicato (rua Joaquim Silva, 98 – Lapa), quando será definido um plano de lutas unificado contra os atrasos de salários que vêm ocorrendo em cidades como São João de Meriti, Angra dos Reis, Seropédica, Mesquita, Duque de Caxias, Nilópolis, Itaguaí, Mangaratiba e Belford Roxo. Nesta última os servidores ocuparam as dependências da Prefeitura, em protesto contra a falta de pagamento. A ocupação foi iniciada dia 8 de agosto. Se você é da saúde municipal, compareça.

Nesta mesma terça-feira (16/8), a partir das 16h, em frente à sede da BR Transpetro (Av. Pres. Vargas, 328 – Centro), vai acontecer o ato unificado do Dia Nacional de Lutas, Paralisações e Protestos contra os cortes de direitos e em defesa da previdência pública. O ato está sendo convocado pelas centrais sindicais CSP Conlutas, CUT e CTB, além de movimentos sociais do Rio. Compareça.

“A crise do atraso de salários e do corte de direitos está se aprofundando em inúmeros municípios e precisamos dar uma resposta unificada de todos os servidores, pois o problema é comum a todos. É isto o que vamos definir na plenária do dia 16 e por isso peço que os servidores compareçam”, afirmou Christiane Gerardo, da direção do Sindsprev/RJ. Segundo ela, é preciso que os servidores dos municípios também fiquem atentos à tramitação, no Congresso Nacional, do Projeto de Lei (PL) nº 257 e da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241, que suspendem reajustes e concursos por 20 anos, além de reduzir os investimentos nos serviços públicos como um todo.

“Na última terça-feira (9/8), a Câmara dos Deputados aprovou o PL 257 e agora o projeto vai ao Senado para votação final. Se o PL 257 e a PEC 241 forem definitivamente aprovados no Congresso Nacional, a crise de atrasos de salários e cortes de direitos nos municípios vai se agravar ainda mais, tornando a vida funcional um verdadeiro inferno para todos os servidores. Por isso é tão importante o comparecimento de todos à plenária do dia 16, pois nossa luta também é contra o PL 257 e a PEC 241”, disse Christiane.

A também dirigente do Sindsprev/RJ Lúcia Pádua reforçou o apelo pela participação de todos na plenária. "Vivemos sob um dos mais brutais ataques dos governos aos direitos do funcionalismo e ao serviço público como um todo, o que mostra um quadro gravíssimo. Precisamos nos mobilizar para garantir os nossos direitos, que vão muito além dos salários", resumiu ela.






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec